Joseph Drouhin Villages Noveau 2014

Posted on Posted in França, Vinhos por Keli Bergamo

Beaujolais são agradáveis companhias no verão. Frescos e leves, não podem faltar na adega de quem não abre mão dos tintos.

Os Noveau, como se sabe, devem ser bebidos no próprio ano em que foram elaborados. Já os Villages Noveau resistem um pouco mais (no máximo 2 ou 3 anos).

Encontrei o Joseph Drouhin Villages  Noveau 2014 no Emporio Arabesco (lá em Catanduva) e resolvi testar, já que geralmente sigo a cartilha e provo meus Beaujolais no próprio ano e nunca sobra para testar sua evolução com o tempo.

Como se esperava, seu processo de envelhecimento o levou a uma cor mais acastanhada do que a que apresenta após o engarrafamento. No nariz um toque levemente balsâmico, cereja em calda e framboesa. Na boca ainda preservava frescor e concentração de fruta.

Continuou interessante e perfumado em taça durante toda a degustação, mas já não mais representa a leveza e alegria que são características dos Noveau.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *