img_8019

Bons Tintos para o Natal.

Posted on Posted in Harmonizações, Vinhos por Keli Bergamo

Eu não sei se na sua casa é assim, mas em minha família a ceia natalina é aquele momento de comer tudo sem combinar nada.

Tem saladas de todo tipo, vários tipos de carnes, massas, arroz, farofa..E a famigerada uva passa para todo lado.

Mas brincadeiras à parte, as comidinhas de natal são deliciosas e merecem vinhos à altura.

E a pergunta é: Como combinar tantos sabores, texturas e estilos diferentes? O jeito é pensar em vinhos “coringas” que transitem bem entre um prato e outro.

Como sempre, a primeira de minhas recomendações é de um bom espumante. Esses borbulhantes são os harmonizadores universais e conseguem transitar bem desde a saladinha de folhas até uma leitoa beeeeeem godurosa.

A segunda opção é um vinho branco com um pouco de estrutura e com passagem por madeira, que também pode acompanhar bem da salada até as carnes vermelhas. Peraí…Branco com carne vermelha?? Simmmmmmmmmmmm…

Mas minhas dicas para a ceia são os tintos leves, que além de harmonizarem bem com os pratos típicos de Natal ainda podem ser degustados a uma temperatura mais baixa, pelo que são perfeitos para o verão.

E Natal é tempo de celebração, de valorizar os bons momentos em família, então não vale servir aquela Cidra da cesta de Natal da firrrrma, hein?!

Agora três boas dicas com uvas levinhas e que você tem que provar:

img_6895

Pinot Noir. Esse Pinot Noir é diferentão, vem a região de Pfalz, na Alemanha. Não tem aquele super aspecto frutado dos Pinots chilenos, nem é tão leve quanto um Pinot da Borgonha. Testei com as meninas da confraria Quintas de Vinho harmonizado com peru assado e chutney de manga e damasco e ficou demais! É importado pela Wine.

img_68561

Gamay. Tem quem ama e quem odeie. Eu pertenço ao primeiro grupo e acho que você deveria se permitir gostar também. Esse vinho – Beaujolais Noveau – em especial, tem uma história muito interessante. É feito para ser consumido no mesmo ano de sua produção, no máximo até março do ano seguinte e é cheio de peculiaridades. Casa super bem com frios (sabe aquele tender típico? É um parceiraço desse vinho). Postei há poucos dias a história completa dele , confira logo abaixo aqui no blog.

img_99351

Barbera: Minha italiana favorita! Das mais leves entre as uvas típicas do país, dá origem a vinhos que vão muito bem com massas (e pizzas) até uma carne de ave, suína ou bovina não tão gordurosa. Também vai super bem com aperitivos e queijinhos. Esse rótulo é importado pela Grand Cru.

Espero que apreciem as dicas e que tenham um Natal abençoado.

 

*Essa matéria foi originalmente postada no Arquitetando Estilos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *