Lambrusco, confesso!

Posted on Posted in Confraria, Degustação, Harmonizações, Vinhos por Keli Bergamo

Na última Quintas de Vinho tivemos a oportunidade de quebrar mais uma barreira : Degustar um Lambrusco.

Eu mesma tinha preconceito, admito!

Mas nada que uma aula de cultura da Emília Romagna (obrigada Fernando Burani) não me fizesse tentar novamente.

Já que o tema eram os tintos italianos pouco consumidos no Brasil, vi um momento oportuno para falar também dos que são MAL consumidos.

E como não falar em Lambrusco, não é?! Primeiro: como é difícil falar em frisante sem pensar em coisa ruim. Se for tinto então… Foi necessária uma grande introdução histórica e cultural. Foi necessário falar em gastronomia regional (presunto de Parma, parmesão, aceto e tantas outras iguarias que amamos e que nasceram na região),foi necessário falar de Pavarotti… Foi necessário pagar caro em uma garrafa.

Com tudo muito bem ambientado foi fácil tirar as amarras e provar com o coração de quem ama vinho. E o fizemos em pequenos bowls, ao modo dos locais.

Foi divertido, surpreendente e apaixonante.

Obrigada, Quintas de Vinho por toparem essas viagens comigo. Obrigada aos que não me deixam parar de aprender. E obrigada ao vinho, por ser infinito e tão apaixonante.

Ah! E obrigada Michelle Bonacim pelas fotos.

E Lambrusco, desculpa aí por tudo que te fiz…rs

Para quem quiser tentar bons Lambruscos, a dica são o Medici Ermete Lambrusco Reggiano Concerto, da Decanter e o Tenuta Pederzana da Mistral.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *