Sem dúvida os Angheben conseguem, a cada rótulo, traçar um caminho de extrema qualidade e confiança com seus rótulos.

Trabalho sério, de experimentação e estudos conduzido pelo mestre Idalêncio e por seu filho Eduardo, um enólogo detalhista e cuidadoso como poucos.

O resultado disso são vinhos especiais que quebram a cara de quem acha que o caminho é um só para o vinho nacional.

Tem espumante de Chardonnay e Pinot Noir, tem as duas uvas vinificadas como vinhos tranquilos, tem o delicioso Barbera, Gewurstraminer, Touriga, Tannat, o Teroldego… Em cada ano sai o que de melhor a safra proporcionou. Não tem distribuição, não tem medalha e não tem marketing. Tem alma e trabalho consistente.

E o cabernet de 9 anos está simplesmente incrível. Ameixa, mel e um tostado coroando um vinho de muita maciez e intensidade.

Quem quiser conhecer mais sobre eles é só dar um pulinho no site (www.kelibergamo.com.br) e buscar por “Angheben”. Tem um montão de artigos sobre eles e seus vinhos.

Para adquirir os rótulos é só falar diretamente com eles: adega@angheben.com.br

Até a próxima taça, Keli Bergamo