Adoro um bom vinho doce e este foi mais um achadinho dos últimos dias.

Os gregos têm tradição nos vinhos doces fortificados (desde a época Clássica se tem registro de sua produção) e este é elaborado com a casta autóctone grega Madrodaphne (cujo nome significa negro dourado), provavelmente a uva mais conhecida do país.

Na denominação de Patras este estilo ganhou em 1.970 o status mais alto da classificação dos vinhos do país: OPE (Oenoi Onomasias Proelefsos Elenhomenti) também conhecida como Apprllation d’origine Controlée, a qual conta com apenas outras sete regiões.

Um vinho muito agradável e bem feito. Sente-se delicadamente os efeitos da fortificação, a qual ocorre na metade do processo de fermentação. O vinho estagia em Carvalho por 12 meses.

Aromas de tâmaras, ameixas secas e tostados fizeram dele um delicioso parceiro para uma sobremesa de chocolate.

E porque é um achadinho? A garrafa de 500 ml custa só R$69,90 no Super Muffato.

 


Até a próxima taça, Keli Bergamo