Yealands Way, Sauvignon Blanc, Nova Zelândia

Posted on Leave a commentPosted in sauvignon blanc, Vinho branco, Vinhos por Keli Bergamo

Que saudades eu estava desse vinho!! Yealands Way, Sauvignon Blanc da Nova Zelândia de muuuuuuuita tipicidade. Grama, pimentão e um pouquinho de maracujá. Pasmem: incrivelmente jovem apesar dos 8 anos (e fechado com screwcap, incrédulos de plantão). E, para finalizar os tapas na cara: comprado em supermercado. R$79,90 no Pão de Açúcar/Extra mas semana passada, com […]

Calcu Reserva Especial Rosé, 2017, Chile. 

Posted on Leave a commentPosted in Chilenos, Harmonização, Vinhos por Keli Bergamo, Vinhos Rosés

Malbec e Petit Verdot chileno, mais precisamente do Colchagua, de vinhedos muito próximos ao Oceano Pacífico. Macio, delicado, de corpo médio. Aromas de frutas vermelhas, flores e em boca um final levemente mineral. Elegante e fácil de harmonizar. Excelente opção para a ceia de Natal. A importação é do Olivetto e em Londrina está à […]

Les Chais Beaucairois, 2005, Monbazillac, França. 

Posted on Leave a commentPosted in Degustação, França, Harmonizações, Vinhos de Sobremesa

Pergunte sobre vinhos doces franceses e a resposta automaticamente será Sauternes. Enquanto no Brasil se pensa (e valoriza) apenas tal denominação, ainda há outros vinhos doces botrytizados a serem explorados e a preços bem menores. É o caso dos vindos de Monbazillac, elaborados com Semillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle (essa em maior proporção) e que […]

Armand de Chambray Brut – Blanc de Blanc – França

Posted on Leave a commentPosted in Bourgone, cremant, Espumantes; Vinho; Wine; Wine Lovers, França, Vinhos por Keli Bergamo

O Armand de Chambray Brut – Blanc de Blanc é um cremant da Borgonha de excelente custo benefício. Vivo, de borbulhas finas, mesclando sabores cítricos com um final maduro. Perfeito para harmonizar com os pratos da noite de Réveillon, da entrada a sobremesa. Foi um dos rótulos que escolhi para indicar aos leitores da Folha […]

O espumante faz a festa!

Posted on Leave a commentPosted in Espumantes, Espumantes; Espumantes Brasileiros; Vinhos Brasileiros; Wine; Wine Lovers, Espumantes; Vinho; Wine; Wine Lovers, Harmonizações, Mesa de Vinho, Publicações, Serviços, Vinhos por Keli Bergamo, Vinhos Rosés

A pedido da Folha de Londrina dei algumas sugestões para as festas de final de ano, mas que valem para nosso dia a dia. Acesse a matéria pelo link: http://www.folhadelondrina.com.br/folha-2/o-espumante-faz-a-festa-996358.html   Até a próxima taça, Keli Bergamo.🍷  

In Vitro Pet-Nat Pinot Noir 2017 – Vinhas do Tempo – Brasil

Posted on Leave a commentPosted in Brasil, Confraria, Degustação, Espumantes, Vinhos por Keli Bergamo

Ontem foi dia de falar sobre orgânicos, biodinâmicos e naturais nas Quintas de Vinho e com muita satisfação pude apresentar às confreiras o projeto Vinhas do Tempo do meu amigo Daniel Lopes. Degustamos seus 2 vinhos, concebidos do modo mais natural possível, com baixas adições de sulfito e muita verdade. Daniel os idealizou ao estilo […]

Champagne ou Espumante: Quando e Como?

Posted on Leave a commentPosted in Champagne, cremant, Espumantes, Espumantes; Espumantes Brasileiros; Vinhos Brasileiros; Wine; Wine Lovers, Harmonização, Prosecco, Publicações, Vinhos por Keli Bergamo

Decidi falar um pouquinho sobre esse tema por vários motivos… Primeiro porque amoooooo vinhos espumantes, sejam espumantes nacionais, sejam champagnes, segundo porque uma degustação linda que conduzi semana passada me atentou para as muitas dúvidas que as pessoas ainda tem sobre esse tipo de vinho. Bom, na última quinta conduzi uma degustação de champagnes para […]

Cuidado com os radicalismos sobre os vinhos

Posted on Leave a commentPosted in Biodinâmico, Confraria, Degustação, Publicações, Vinhos por Keli Bergamo

MINHA opinião sobre as ideias extremistas acerca dos vinhos naturais, orgânicos ou bio: Vinho é feito de experimentação, de conhecimentos milenares, de tecnologia e de PESSOAS com experiências diversas pelo que dizer que apenas uma “escola” de vinificação é correta é burrice, é desvalorizar o vinho como um todo. Com o crescimento dos “naturebas” vemos […]