Estive há poucos dias no Sul do Brasil e tive o prazer de conhecer o famoso Vilmar Bettu, um vinhateiro cheio de histórias para contar e com vinhos de muita personalidade.Bettu tem um estilo muito próprio, instintivo e artesanal de vinificar. Além de uma grande vinhateiro, é também uma pessoa extremamente inteligente e divertida e que imprime seu estilo em cada garrafa (a começar pelos rótulos, escritos à mão).

Ontem abri um dos vinhos que trouxe, o Malvasia di Cândia, uva de origem grega mas muito cultivada na Itália e que vem ganhando grande espaço também no Brasil.

O vinho, tal qual se mostrou quando degustei em companhia do Bettu, tem uma bela acidez, aromas florais e de frutas brancas. Apesar de delicado, resistiu bem à combinação com pimenta, camarões e presunto cru das tapas catalãs.

Os vinhos do Bettu são vendidos diretamente na vinícola e valem o que pesam.