Há pouco tempo falei sobre a riqueza da culinária oriental e quais vinhos combinam com ela para a Revista Arquitetando Estilos (http://www.arquitetandoestilos.com/culinaria-asiatica-e-vinhos/).

Ontem foi dia de provar outros pratos só com espumantes.

Os escolhidos foram :

– Angheben Brut, não safrado,Brasil.

– Champagne Laurent Perrier Brut, não safrado, França.

– Estrelas do Brasil Brut 2010, Brasil.

O primeiro espumante acompanhou salada de mamão thai e ganhou em acidez, valorizando também o agridoce do prato. Como é mais jovem e leve, casou perfeitamente com a salada, também de sabores mais delicados.

Os outros dois acompanharam peixe e lombo suíno em diferentes currys, e o Estrelas do Brasil se saiu melhor, provocando uma sensação crocante em boca e dando ainda mais personalidade aos pratos.

A dica, portanto, é buscar espumantes de mais corpo, com capacidade de envelhecimento e aromas terciários já bem desenvolvidos, aptos a “segurarem” as combinações de sabores dos temperos orientais.

Os pratos foram degustados no Bangkok Garden, que quem é de Londrina tem que conhecer.