Nessa semana aconteceu no Sul do Brasil o Road Show Inovini e Londrina foi a primeira cidade a receber o evento, já na segunda feira.

Infelizmente era dia de degustação na Cofevil e não pude ficar o quanto gostaria, mas deu tempo de provar alguns vinhos e selecionar os rótulos que mais gostei para vocês:

1

Dentre os tintos, meu favorito foi o Governo, esse toscano de produção da Allegrini com parte de uvas passificadas. As castas utilizadas são sangiovese, merlot e canaiolo. A vinificação é feita em duas fases: A 1ª de uvas frescas colhidas no início de setembro. A 2ª com as uvas que serão desidratadas por cerca de 2 meses, também colhidas no inicio de setembro. Essa técnica resultou num vinho com o toque de fruta madura originado da passificação (quase compotado) com a acidez inconfundível da sangiovese. Um vinhaço para acompanhar massas, risotos escuros, queijos duros e carnes cozidas.

2

Dentre os brancos a maior surpresa foi o Viadero Blanco de Albillio. Produzido exclusivamente com a uva Albillo (uma variedade branca autóctone do norte espanhol) é um vinho muito fresco, mas com boa untuosidade. Toques muito florais, aromas de frutas brancas. Uma ótima pedida se o menu do final de semana incluir peixes e pratos mais leves ou até uma comida oriental.

3

Se a pedida for um espumante a dica é a cava rosé Vilarnau. Elaborada pelo método tradicional com as castas Trepat (90%) e Pinot Noir (10%) amadurece ao menos 12 meses sur-lie (sobre as borras) na própria garrafa, o que lhe proporciona corpo, estrutura sem perder o frescor. Perfeita para entradinhas e para uma bela paella.

Nao posso deixar de citar que, além de muito bem organizado, com uma ótima seleção, o Road Show Inovini contou com produtores educados e muito dispostos a explicar o que havia de melhor nos rótulos em degustação. Se o evento passar por sua cidade não perca a chance.

Em Londrina os vinhos estão a venda na Século Adega.