Angheben Tannat 2017, Brasil.

por Keli Bergamo

O primeiro vinhoque degustei em 2021, além de ser um dos que mais adoro da Vinícola Angheben , ainda foi um jeito de matar um pouco as saudades dos meus amigos queridos de lá.

Tannat é uma das minhas uvas do coração e acabo degustando menos do que gostaria porque (equivocadamente) fico sempre esperando a harmonização adequada.

Não dependem, no entanto, apenas de super churrascos, mas podem ser ótimos parceiros de molhos mais robustos, queijos curados e pratos com boa gordura. Que em 2021 a gente se prenda menos as regras e curta mais nossos bons vinhos.

Até a próxima taça, Keli Bergamo

Deixe um comentário

Posts relacionados